Novo Kia Cerato 2014 chega em abril ao Brasil

Imagem

A Kia marcou a data do lançamento da nova geração do Cerato no país. A apresentação para a imprensa vai acontecer na Bahia, no próximo dia 8 de abril. As vendas deverão começar na sequência.

O sedã foi apresentado ao mundo no ano passado e marcou presença no estande da marca no último Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro. Porém, a comercialização do modelo corria risco de não acontecer por conta da nova alíquota de importação de veículos para o país.

No comprimento, a nova geração do Cerato cresceu 30 mm (chega aos 4,56 m), já o entre-eixos passou para 2,70 m (um aumento de 51 mm). Entre os equipamentos de série, na versão já a venda nos EUA, estão piloto automático e rádio com bluetooth.

Imagem

Leia mais deste post

Jeep lança o Compass para brigar com o irmão Dodge Journey

Tem umas histórias que são engraçadas. É o caso do grupo Chrysler com o Brasil. A marca americana, hoje sob controle da Fiat tem uma história conturbada por aqui. Talvez, mais por isso e menos pelos seus produtos, nunca decolou nas vendas.

Primeiro o grupo sofreu com a intervenção da Mercedes-Benz. O consumidor brasileiro tinha que entrar em uma concessionária da marca germânica para adquirir um Town & Country, por exemplo. Sendo que são dois carros com filosofia diferentes.

Agora, que a marca tenta se reeerguer no país sofre com a intervenção da Fiat. Primeiro, a fabricante italina decidiu que por aqui venderá o Fiat Freemont e o Dodge Journey (é o único país do mundo que isso acontece). Como todos sabem o carro é o mesmo, muda apenas a motorização.

O último capitulo desta novela acontece com a chegada do Compass ao país (que não é nada fotogênico, mas que pessoalmente agrada). O carro chega por R$ 99.900, quase o mesmo preço do irmão Journey (R$ 97.900). Porém, ao invés do crossover o Compass traz motor 2.0 de 156 cavalos de potência máxima (o Jorney entrega 289cv).

O Journey leva até sete pessoas, contra cinco do Compass. Estranhamente por ser um autêntico JEEP, o Compass traz apenas tração nas rodas dianteiras (outro equivoco). Até na lista de equipamentos eles se assemelham, sendo que o Journey ainda entrega bancos de couro e um mega sistema multimídia.

 De diferente, o Compass conta apenas com o câmbio CVT (o do Journey é automático de seis velocidades com possibilidade de trocas manuais).

Ou seja, a Chrysler depois de sofrer com a Mercedes-Benz e com a Fiat agora sofre dentro do seu próprio quintal com Jeep e Dodge disputando clientes.

Saiba tudo sobre o remodelado Renault Sandero 2012

A própria Renault divulgou o vídeo acima para apresentar à imprensa o Sandero remodelo, jáversão 2012. O carro mudou bastante na dianteira e no interior. Assita o vídeo e saiba tudo que é novo.

O Sandero sofreu redução de preço em todas as versões. Confira os preços:

  • Authentique 1.0 16V passou de R$ 29.690 para R$ 28.700
  • Expression 1.0 16V foi de R$ 32.440 para R$ 31.300
  •  Expression 1.6 8V teve redução R$ 34.740 para R$ 33.600
  • Privilège 1.6 8V foi de R$ 41.490 para R$ 40.400
  • Stepway, a única com motor 1.6 16V, passou de R$ 45.690 para R$ 42.600

Finalmente motor E.torQ chega à Weekend Trekking por R$ 43.940

A Fiat que normalmente é rápida para apresentar suas novidades desta vez demorou para levar à família Weekend o novo motor E.torQ 1.6. 16v. A versão escolhida foi a Trekking que tem preço sugerido de entrada em R$ 43.940.

Até agora a perua nesta configuração era equipada com o fraco motor 1.4 litro Fire – que ficará restrito à variante de entrada Attractive por R$ 41.740.

No caso da Trekking, o novo motor 1.6 16V E.torQ de  renderá 115/117 cavalos de potência. Por R$ 43.940 a lista de equipamentos de série e opcionais é a mesma da Trekking 1.4, que significa itens como ar-condicionado, airbag e freios ABS.

Novo Fiat Bravo chega em dezembro. Preço deverá partir de R$ 50 mil

 

Fiat Bravo já está a postos no Salão de SP ao lado do Uno Sporting(Foto: UOL Carros)

A Fiat já marcou a data de lançamento oficial para o Fiat Bravo. Será no início de dezembro. Antes disso, no dia 24 de novembro a marca apresentará o carro para a imprensa especializada.

A marca ainda faz segredo quanto ao preço. Nossa especulação é que o carro parta de um patamar ao redor dos R$ 50 mil, onde já estão situados todos os seus concorrentes. Entre eles, o Ford Focus e Citroën C4. Nas versões mais caras o preço passará dos R$ 60 mil.

Com isso, é possível que o Fiat Stilo tenha os seus preços reajustados e melhore ainda mais o seu custo-benefício.

O Bravo chegará inicialmente com três versões empurradas por duas motorizações: Bravo Essence e Bravo Absolute, com motor de 1,8 l 16V E-torq bicombustível, e Bravo T-Jet, com o motor turbo a gasolina de 1,4 litro já conhecido dos donos de Punto e Linea e com um instigante emblema Over Boost próximo dos para-lamas.

O Bravo será produzido na fábrica mineira de Betim com visual alinhado ao que existe de mais competitivo no segmento, acabamento e equipamento de qualidade e boa motorização.

VW Amarok chega ao BR em abril por R$ 120 mil

A primeira picape-média da Volkswagen desembarca no Brasil em abril e custará em torno de R$ 120 mil.

A VW aposta alto na picape e quer chegar ao topo do mercado de picapes brasileiro em poucos anos. Para isso, a Amarok virá recheada de equipamentos inéditos no setor. Além de robustez e design, a marca aposta na tecnologia para ganhar terreno.

Inicialmente, a VW só irá comercializar no Brasil a princípio a versão mais completa, denominada Highline, dotada de cabine dupla e uma extensa lista de itens de série, além de tração 4×4.

Por fora, o desenho tem linhas simples e design marcante. A VW também apostou nos frisos cromados. Na traseira, a tampa da caçamba tem desenho limpo e reta, além de grandes lanternas verticais.

Entre os seus atributos, a Amarok conta com o maior habitáculo do segmento e com uma distância entre-eixos de 3,09 metros. Cinco ocupantes viajam com conforto.

O motor da Amarok é um moderno bloco 2.0l TDI biturbo movido a diesel de quatro cilindros e 16 válvulas. O propulsor rende 163 cv de potência e 40,7 kgfm de torque máximo, disponíveis a 1500 rpm.

O cosumo médio, segundo dados de fábrica, é de 13,1 km/l que, com um tanque com capacidade para 80 litros, garante uma autonomia de até 1000 quilômetros. O câmbio, manual, é de seis marchas. A velocidade máxima é de 181 km/h (em 4×2) e a aceleração até 100 km/h é feita em11,1 segundos.

Até o segundo semestre a Amarok chegará ao Brasil com novos pacotes de equipamentos, deixando o valor do carro mais acessível.

Ainda no segundo semestre deve chegar um motor menos potente também a diesel e câmbio automático. A cabine simples fica para o primeiro semestre de 2011.

GM Volt vai custar R$ 70 mil nos EUA. É caro!

Ninguém aguenta mais falar do Volt, o primeiro carro híbrido (gasolina + elérico) da GM. Faz anos que se tem notícias deste carro. Primeiro porque definiram a roda, depois o pára-brisa, agora o anúncio é que construiram a primeira bateria para o carro. E dale paciência!!

Acho até que quando o carro chegar na concessionária nem os vendedores irão tratar como novidade. Culpa da GM, que fez muita propaganda sem entregar o produto.

E outra, ele deve ser caro para os padrões americanos. Está quase certo que seu preço será na faixa dos US$ 40 mil, quase R$ 70 mil. Um Mustang básico, por exemplo, sai pela metade deste preço.

Tá certo que o Volt não será um carro de larga escapa. É mais para marcar a GM como uma empresa ligada em novas tecnologias. Como faz a Toyota e outras com seus elétricos.

Vamos ver se no caso da GM será um sucesso ou mais um fracasso.

%d blogueiros gostam disto: