Peugeot 308 sedã finalmente é revelado

Acabou o mistério. Saíram da China hoje as primeiras informações oficiais do novo Peugoet 308 sedã, que deve chegar ao Brasil no início do próximo ano.

Já falamos bastante do carro aqui, mas não custa relembrar alguns pontos. Ele será fabricado inicialmente na China e depois na Argentina, de onde virá para o Brasil. Depois o carro seguirá para a Europa, assim como aconteceu como o C4 Pallas.

Pelo menos na China o carro se chamará 408, já que o substituto do 407 deverá ser o 508 (saiba mais). O primeiro ponto que chama a atenção neste 308 é o seu tamanho.

O novo modelo mede nada menos que 4,68 metros de comprimento (20 cm a mais que o 307 sedã), o que garante que o portamalas será um salão, ou 526 litros. Tem ainda 1,81 de largura (7 cm mais que o 307), 1,52m de altura (igual) e 2,71 de distância entre eixos (10 cm mais).

O maior tamanho deve contribuir também para o conforto dos seus ocupantes. Especialmente os que irão no banco traseiro.

O Peugeot 308 sedã também promete entregar alta tecnologia. Para isso, poderá ser equipado com um sofisticado equipamento de GPS, além de receber faróis bi-xenon ativos que viram para iluminar uma curva.

Além disso, o carro poderá vir com controle de velocidade, ABS, multiplos air-bags, muitos porta objetos e por ai vai.

A traseira, parte mais criticada no 307 sedã, ficou bem mais charmosa, com suas lanternas esticadas. As rodas tem desenho simples e muito semelhante ao que já se encontra em boa parte da linha da Peugeot.

Já a frente é praticamente idêntica ao 308 hatch já vendido no mercado europeu.

No interior, muito couro de coloração clara e diversos equipamentos. Pelo menos nessa versão, que deve ser a top. O carro conta com saída do ar condicionado para o banco traseiro, teto solar convêncional e descansa braços para quem viajar atrás.

A largura dos bancos dianteiros também chamam a atenção. Devem ser bastante confortáveis. Ainda na parte da frente, o descansa braços traz uma abertura onde é possível colocar alguns objetos pessoais, entre eles um ipod.

Na versão mais básica, porém, a simplicidade e o uso de equipamentos presentes no 307 fica mais evidente. Confira.

A Peugeot espera um crescimento de 30% nas vendas com o 308 sedã o que representa 100 mil unidades vendidas neste primeiro ano. Na Europa e depois no Brasil, o carro irá brigar com o também francês Fluence.

Ford Ecosport 2011 é mostrado em janeiro de 2010

A Ford desta vez passou dos limites. Estamos na terceira semana de 2010 (muita gente ainda escreve 2009 em cheques) e a Ford acaba de apresentar sua Ecosport 2011. Que absurdo.

Sempre que isso acontece eu penso naquele pai de família, que não entende muito de carros e que acabou de comprar um modelo 2010/2010 na concessionária. Que infeliz, nem bem estreiou o carro e já levou na cabeça com a desvalorização do seu carro. É muita falta de respeito.

Mas vamos ao carro, que não tem nada a ver com as decisões do departamento de marketing da fabricante.

Como vocês podem ver nas fotos, a maior mudança aconteceu na dianteira do carro. A forma básica da reestilização de 2007 foi mantido, mas agora a frente do capô recebeu o nome EcoSport (como nos modelos da Land Rover)

A grade dianteira também foi reestilizada. Agora são três pequenos filetes, pintados em cinza nas versões Freestyle e 4WD e na cor da carroceria nas demais configurações. Antes havia uma barra. 

O rack no teto e rodas de liga leve (aro 15) também tem novo desenho em todas as versões. No resto apenas detalhes, como s faróis com máscara negra e os detalhes dos retrovisores e maçanetas das portas na cor cinza nas versões mais caras do Eco.

Por dentro, quase nenhuma novidade. O painel de instrumentos tem nova grafia e iluminação branca permanente. Agora, quando se liga o carro os ponteiros fazem um check-control- sobem e descem rapidamente.

Outra novidade é a adoção de um computador de bordo disponíveis para as versões Freestyle e XLT 1.6.

A maior novidade na linha 2011 do Ecosport poderia acontecer na parte mecânica, com a adoção do novo e moderno motor Sigma. Mas nem isso a Ford conseguiu fazer.

A parte mecânica segue sem alterações. Os propulsores são os mesmos 1.6l de 107 cavalos de potência a 5.500 rpm e 15,3 kgfm de torque a 4.250 rpm e o 2.0l com 145 cv a 5.750 rpm e 19,3 kgfm a 4.250 rpm – ambos abastecidos com álcool.

Novidades também nos preços:

As versões e opções de motorização continuam as mesmas, mas o valor cobrado por elas foi reduzido: a Freestyle 1.6, por exemplo, agora custa R$ 57.190 – ante os R$ 58.680 pedidos pela linha anterior.

Mais uma vez me vem a cabeá aquele pai de família. Que além de estar com um carro desatualizado na garagem ainda pagou mais caro por ele.

Vamos a tabela de preços:

Ecosport FreeStyle 1.6l flex-  R$ 57.190

Ecosport XLT 1.6l flex-  R$ 58.190

Ecosport XLT 1.6l flex com bancos de couro e ABS – R$ 60.190

Ecosport FreeStyle 2.0l flex – R$ 59.480

Ecosport XLT 2.0l flex automática-  R$ 60.910

Ecosport 4WD 2.0l flex- R$ 61.880

Painel de instrumentos é novo na Ecosport 2011 (Fotos: Carroonline)

Kia divulga teaser do seu conceito híbrido


A imagem acima foi divulgada hoje cedo pela Kia América. É a primeira imagem do Ray, o novo modelo conceitual híbrido da marca. O carro será exibido no Salão de Chicago.

Pelo pouco que dá para ver do conceito a boa notícia é que aparentemente ele não segue aquela cara chocha vista em tantos híbridos. O designer coube ao escritório californiano da marca.

O conceito deverá ser equipado com o motor mais potente do novo Sonata. Se  você gostou aguarde até 10 de fevereiro, quando o salão de Chicago abrirá as suas portas.

Puro esporte:BMW 335is cupê e conversível

Se você ainda não viu o post abaixo vale a pena dar uma olhada e depois continuar a ler este daqui. Se de um lado a Mercedes-Benz pensa em lançar verões cupê e conversível do Classe C. A BMW já apresentas essas duas variantes no Série 3

E elas ficaram muito, mais muito esportivas. Não acham? Também não é para menos já que as duas são equipadas com motores 3.0 twin-turbo lançado a pouco tempo pela BMW.

Apesar dessas imagens parecerem ser ilustrações, a quem diga que são as primeiras imagens oficiais da marca. Como não temos ainda a confirmação, acreditamos no que diz os demais blogs.

As duas versões chegam como modelo 335is. Com o motor 3.0 haverão duas opções de potência. Uma para o modelo normal com 306 cv e outra para a versão M, que terá disponível 414 cv.

Nos EUA, as potências serão um pouco diferentes de 300 cv e 420 cv, respectivamente. O novo motor seis cilindros chega com injeção direta e dois turbos.

A transmissão pode ser  mecânica com seis velocidades ou automática com dupla embreagem (DKG) e sete marchas.

GM muda roda do Vectra e diz que o modelo é 2010

A GM tem uma péssima mania já não é de hoje. Gosta de fazer alarde por nada. Ontem, por exemplo, ela fez questão de anunciar a chegada de seu Vectra GT e sedã modelo 2010 com “mudanças”.

Por mudanças leia-se, rodas novas e só. O resto da linha é toda igual. As linhas aro 17 até que são bonitas, no caso do Elite (sedã) até ficaram mais elegantes, mas não precisava fazer um alarde para dizer que tudo continua igual a antes. Não é verdade?

O restante dos equipamentos continuam como na versão 2009. Inclusive o beberrão motor flexpower de 140 cv. Dá próxima vez só vamos trazer novidades da GM quando elas realmente existirem.

Picape Peugeot 207 pronta para a estreia

A Peugeot está com tudo pronto para estreiar a sua primeira picape. A revista Car and Driver flagou a versão aventureira, Escapade na zona Norte de São Paulo sem disfarces.

Um detalhe exclusivo da picape são as barras do rack, que contornam o teto para serem fixadas nas colunas. O resultado estético agrada; na prática, serve para amarração de bagagem.

A dianteira segue a do hatch 207. A caçamba é alta, conta com ganchos móveis para fixação e é recortada por lanternas envolventes.

Por dentro, o mesmo padrão dos carros da linha. A princípio, a picape Peugeot virá com motor 1.6 Flex de 113 cv.

Galeria de Imagens do novo Mini Countryman

 

Depois da Mini mostrar uma ou duas fotos do novo Countryman, conseguimos agora uma galeria de imagens. Vale a pena ver o que a Mini fez para ter o seu primeiro utilitário esportivo. Até a marca que se diz mais descolada do mundo se rendeu as SUVs. Fazer o que?

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.144 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: